Digite sua busca

 

 

Destaque Notícias em destaque

CNJ investiga magistrados afastados do TJ-BA

Foto:Gustavo Lima /STJ

Corregedor nacional de Justiça, o ministro Humberto Martins instaurou procedimentos administrativos contra magistrados do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) acusados de envolvimento em esquema de venda de sentenças.

Os desembargadores e juízes são acusados de envolvimento em um esquema de venda de sentenças em uma disputa de terras que envolvem uma área de mais de 300 mil hectares no oeste baiano.

Os desembargadores do TJ-BA, incluindo o presidente Gesivaldo Britto, foram afastados por decisão do ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Humberto Martins afirmou que em todos os procedimentos de competência da Corregedoria do CNJ as apurações estão sendo desenvolvidas de forma célere e em total obediência ao Regimento Interno do Conselho Nacional de Justiça e da Lei Orgânica da Magistratura (Loman), especialmente no caso da suposta venda de decisões judiciais, objeto da decisão do ministro do STJ Og Fernandes.

Tags:
    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X