Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque

Com Renan Calheiros como relator, CPI da Pandemia deve ser instalada nesta quinta-feira

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado, que vai investigar as ações e omissões do presidente da República na pandemia, e administração dos recursos federais por gestores de estados e municípios, deve acontecer nesta quinta-feira (22). A decisão foi tomada em reunião na última sexta, que contou com a participação de 7 dos 11 membros titulares da “Comissão da “Pandemia”.

Na primeira sessão os membros votarão para eleger o presidente e o vice-presidente da CPI. Após eleito, o presidente da comissão nomeia o relator, que redigirá o relatório final com as decisões do colegiado. Esse grupo – batizado nos bastidores políticos de “G7” – tem um acordo para a designação de Omar Aziz (PSD/AM) como presidente, Randolfe Rodrigues (Rede/AP), vice-presidente e Renan Calheiros (MDB/AL), como relator.

Pontos a serem investigados na CPI:

A comissão vai apurar se houve negligencia do governo federal no planejamento para a compra de vacinas contra a covid-19; a adoção de protocolos de tratamento precoce da covid-19 com medicamentos cuja eficácia foi questionada por grupos médicos; se houve descaso do presidente da República no sistema de saúde do Amazonas, o que resultou em desabastecimento de oxigênio hospitalar.

A CPI da Covid-19 terá um prazo de 90 dias, que pode ser prorrogado, para a conclusão das investigações. Os membros devem ouvir especialistas das áreas científicas como médicos, infectologistas, microbiologistas, etc, para fundamentar o relatório de investigação. Serão convidados para prestar depoimentos e acareações (quando houver desencontros de falas), técnicos e gestores envolvidos na gestão da pandemia, e os ex-ministros da saúde do governo Bolsonaro.

Composição da CPI da Covid-19 no Senado:

Titulares

1. Eduardo Braga (MDB-AM)

2. Renan Calheiros (MDB-AL)

3. Ciro Nogueira (PP-PI)

4. Otto Alencar (PSD-BA)

5. Omar Aziz (PSD-AM)

6. Tasso Jereissati (PSDB-CE)

7. Eduardo Girão (Podemos-CE)

8. Humberto Costa (PT-PE)

9. Randolfe Rodrigues (Rede-AP)

10. Marcos Rogério (DEM-RO)

11. Jorginho Mello (PL-SC)

Suplentes

1. Jader Barbalho (MDB-PA)

2. Angelo Coronel (PSD-BA)

3. Marcos do Val (Pode-ES)

4. Zequinha Marinho (PSC-PA)

5. Luiz Carlos Heinze (PP-RS)

6. Rogério Carvalho (PT-SE)

7. Alessandro Vieira (Cidadania-ES)

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143