Digite sua busca

 

 

Mundo Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Coronavírus: Vacina da Pfizer e BioNTech é mais de 90% eficaz, aponta análise preliminar de estudos da fase 3

Em anuncio na manhã desta segunda-feira (09), a Pfizer afirma que sua vacina experimental, que é desenvolvida em parceria com a alemã BioNTech, tem uma eficácia superior a 90% na prevenção à Covid-19, segundo dados iniciais do estudo da fase 3. Os dados ainda não tiveram a revisão em pares feita, etapa necessária para que possa ser publicado em revista cientifica. Segundo a Pfizer as etapas vão ocorrer assim que todos os resultados ficarem disponíveis.

De acordo com a farmacêutica, a análise provisória, conduzida após 94 participantes do estudo desenvolverem o coronavírus e examinar a partir de um comparativo entre os que receberam a vacina e o placebo. A taxa de eficácia apresentada, representa que no caso de uma vacina, se essa taxa é de 90%, significa que, entre as pessoas vacinadas, 90 a cada 100 (ou 9 a cada dez) não ficaram doentes, levando a conclusão que a vacina foi capaz de protegê-las.

A Pfizer não forneceu maiores detalhes sobre os casos, e alertou que a taxa de proteção inicial pode mudar conforme o estudo for concluído. As empresas também afirmaram que nenhuma preocupação séria de segurança foi encontrada até momento e esperam receber ainda esse mês autorização de uso emergencial nos EUA.

Ainda de acordo com a empresa, o estudo continuará até alcançar o número de 164 casos de Covid-19 entre os participantes.

Foto: Reuters.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X