Digite sua busca

 

 

Brasil Justiça Notícias Notícias em destaque Política

CPI da Covid: Após ser preso, Roberto Dias paga fiança e é liberado

O ex-diretor do Ministério da Saúde, Roberto Dias, preso por decisão da CPI da Covid, pagou fiança de R$ 1.100 e foi liberado pela Polícia Legislativa por volta das 23h de quarta-feira (7). Ele chegou a prestar depoimento por mais de cinco horas na delegacia do Senado e agora responderá ao processo em liberdade.

A prisão de Dias foi determinada em plena CPI, pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD), que acusou o depoente de mentir durante a sessão. A ordem foi dada após áudios do celular de Luiz Paulo Dominghetti, revelados pelo jornal CNN, colocarem em xeque a versão de Roberto Dias, de que foi acidental o encontro em que Dominghetti afirma ter recebido um pedido de propina.

Antes mesmo da revelação das conversas de áudio, Aziz já havia reclamado que Dias estava se esquivando das perguntas formuladas pelos senadores. “O depoente vai ser recolhido pela Polícia do Senado. Ele está mentindo desde cedo e tem coisas que não dá para admitir (…) chame a Polícia do Senado. O senhor está detido pela presidência da CPI”, determinou Aziz.

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143