Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Política

CPI: sessão desta sexta deve não ter muita adesão dos senadores de oposição

A sessão da CPI da Covid marcada para esta sexta-feira (18) não deve ter muita adesão dos senadores de oposição e que declararam independência ao governo de Jair Bolsonaro (sem partido).

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, para não dar palco ao “tratamento precoce”, os parlamentares planejam não participar da sessão que ouve os depoimentos dos médicos Ricardo Ariel Zimerman e Francisco Eduardo Cardoso Alves.

Relator da CPI, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) deve fazer poucas perguntas, ou até mesmo se abster de questionamentos. Os demais parlamentares de oposição podem adotar a mesma posição.

Convidado para depor pelos senadores Luis Carlos Heinze (PP-RS) e Marcos Rogério (DEM-RO), Zimerman é infectologista e defende o tratamento precoce com o uso de remédios como a cloroquina — cuja ineficácia para a Covid-19 já foi comprovada em estudos clínicos.

Já Alves é diretor-presidente da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP) e apontado como um dos coautores da nota informativa do Ministério da Saúde que dava orientações para o “tratamento precoce” da Covid-19.

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143