Digite sua busca

 

 

Brasil Justiça Notícias Notícias em destaque Pandemia Política

Depoente da vez, Wilson Witzel abandona CPI da Covid em meio a perguntas

O ex-governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, abandonou a sessão da CPI da Covid nesta quarta-feira (16), durante o interrogatório do senador Eduardo Girão (Podemos-CE).

Na ocasião, Girão citava denúncias de corrupção durante sua gestão, incluindo superfaturamento na compra de respiradores durante a pandemia e irregularidades na construção de hospitais de campanha. O senador chegou a ser interrompido pelo presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), que relembrou a Witzel do seu direito, concedido pelo STF (Supremo Tribunal Federal), de ficar calado ou de deixar o depoimento.

Pouco antes, o ex-governador discutiu com outro governista, o senador Jorginho Mello (PL-SC). O parlamentar afirmou que Witzel, um ex-juiz federal, é uma vergonha para o Judiciário brasileiro por ter se aproveitado do cargo executivo para praticar corrupção. Além disso, Jorginho disse que Wilson se fazia de “santo” e se dizia perseguido pela Justiça.

Após a sessão, Witzel afirmou à imprensa que decidiu deixar a CPI da Covid depois do início das ofensas feitas pelos senadores governistas.

As denúncias contra Witzel levaram o TEM (Tribunal Especial Misto) a decretar seu impeachment em abril de 2021. Pela mesma razão, ele estava fora do cargo desde agosto do ano passado.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143