Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Pandemia Política

Desmentido pelo TCU, Bolsonaro admite erro, mas insiste em tese de subnotificação de mortes por Covid-19

Não demorou muito para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) admitir seu erro após afirmar que o Tribunal de Contas da União (TCU) questionou, em um relatório, o número de mortes por Covid-19 em 2020, o que foi desmentido pelo próprio Tribunal. O político assumiu a fake news nesta terça-feira (8).

O presidente, contudo, continuou insistindo na ideia de que existe indícios de supernotificação de mortes por coronavírus e ainda contou que acionou a CGU (Controladoria-Geral da União)para investigar essas suspeitas.

“A questão do equívoco, eu e o TCU de ontem. O TCU está certo. Eu errei quando falei tabela. O certo é acórdão”, disse Bolsonaro, citando também dois documentos, de números “2817” e “2026”. No acórdão 2817, há um trecho que diz que a transferência de recursos vinculado a quantidade de mortes poderia ser incentivo para supernotificação.

O presidente afirmou ainda que os estados aumentaram os dados “em busca de mais dinheiro”, o que, segundo ele, será investigado pela CGU.

Foto: Alan Santos/PR

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143