Digite sua busca

 

 

Bahia Brasil Eleições Notícias Notícias em destaque Política Rádio Sociedade

Diante de Lula e Bolsonaro, Neto mostra confiança em nomes do Democratas para 2022

Em entrevista ao Sociedade Urgente, na Rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira (13), ACM Neto demonstrou tranquilidade e confiança nos nomes do Democratas que serão lançados para as eleições presidenciais de 2022, mesmo diante da influência de Lula e do atual presidente Jair Bolsonaro sob a opinião popular.

Com anos de experiência na política, o presidente do DEM afirma que o cenário é bastante “dinâmico”. Ainda sem citar os políticos que podem disputar a presidência da República no ano que vem, Neto disse acreditar que é muito cedo para dizer que não haverão novos nomes para bater de frente com Bolsonaro, Lula e Ciro Gomes (PDT), que também exerce certa influência entre eleitores.

“Acho que hoje é cedo para dizer que não [haverá um novo político para a disputa]. Hoje o quadro é de polarização, então quando as pessoas pensam em eleição presidencial, automaticamente lembram de Lula e Bolsonaro, só que é possível sim, nesse curso, ate ano que vem, surgir novos nomes (…) A política é muito dinâmica”, comentou.

“Acho bom para a democracia que tenhamos opções, que o eleitor tenha o direito de analisar se não é melhor seguir por um outro caminho, agora, pode ser que o eleitor prefira continuar entre Lula e Bolsonaro, e aí, vai ter que se fazer uma escolha no próximo ano, no entanto, é cedo para cravar qualquer cenário”, completou.

Citando os presidenciáveis do seu partido, o ex-prefeito de Salvador reforçou que os dois democratas que pretendem se candidatar serão protagonistas da eleição e ainda afirmou que a candidatura própria – do DEM – é a atual prioridade do partido.

“Nós estamos fazendo as discussões internas, eu comecei, inclusive, com análises de pesquisas quantitativas e qualitativas, nós estamos dando início ao debate sobre esse tema, vamos aproveitar agora os próximos meses para amadurecer a ideia, e temos alguns nomes. O partido tem dois nomes muito interessantes que são o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. São dois nomes que vão ter protagonismo na eleição do próximo ano. Então, se me perguntar qual é a prioridade do DEM, a nossa prioridade, o nosso desejo, seria ter uma candidatura própria para presidente, só que não vamos deixar de conversar com outros partidos e analisar o cenário”, esclareceu.

ACM Neto também deixou claro que, assim como quando era prefeito, sendo governador, não deixará de trabalhar com o próximo presidente da República, independentemente de seu partido político. “Eu não vou deixar de trabalhar com nenhum presidente da República por conta do partido dele, vou trabalhar com qualquer um. Quem o povo escolher pra ser presidente da Republica, se eu for eleito governador, eu vou bater na porta e vou trabalhar junto, como já fiz. Isso não é uma promessa, isso é uma confirmação”, finalizou.

Fotos: Marcelo Camargo/Agência Brasil/Marcos Brandão/Agência Senado

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143