Digite sua busca

 

 

Brasil Justiça Notícias em destaque Polícia

Diretor da Caixa é encontrado morto na sede do banco em Brasília (DF)

O diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa, Sérgio Ricardo Faustino Batista, foi encontrado morto na noite de terça-feira (19) na sede do banco, localizada na região central de Brasília.

Foto: Reprodução

Segundo a Polícia Civil do DF, o caso foi registrado inicialmente como suicídio. Em nota, Caixa manifestou pesar pela morte e disse que contribui para apuração do caso.

Batista era funcionário de carreira da Caixa – entrou para o banco em 1989 e assumiu a diretoria de controles internos por processo seletivo em março de 2022.

O diretor da Caixa era próximo de Pedro Guimarães, que recentemente foi acusado de assédio sexual por funcionárias da instituição financeira.

Antes de se tornar diretor, Batista foi um dos assessores estratégicos de Guimarães e por muito tempo atuou como um consultor do ex-presidente do banco.

O setor onde Batista trabalhava, o de Controles Internos e Integridade (DECOI) é aquele que recebe e acompanha as denúncias feitas por funcionários por meio dos canais internos da Caixa.

Sérgio Ricardo Faustino Batista tinha 54 anos e seguiu no cargo, mesmo com a mudança na presidência da Caixa. Ele também fez parte da equipe de assessoria do gabinete de Pedro Guimarães.

O celular de Batista está em posse da Polícia Civil, e os investigadores querem periciar o aparelho.

Foto: Leonardo Sá/Agência Senado

Tags:

Leia também