Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador SAÚDE

Dois gripários são desativados por baixa procura de pacientes

Dois gripários de Salvador, que foram criados para atender a pessoas com síndrome respiratória durante a pandemia, foram desativados nesta terça-feira (13) por conta da baixa procura de pacientes. Com a queda do número de casos de Covid-19, as atividades foram suspensas.

Os gripários fechados ficam nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) dos bairros de São Cristóvão e Pirajá/Santo Inácio.

Apesar de terem sido desativadas, as unidades continuam com sua estrutura montada para atender pacientes, em caso de novo aumento de casos do vírus.

Entre os meses de abril e maio, quando ocorreu o segundo pico da Covid-19, os seis gripários da capital registraram de 6 mil a 7 mil atendimentos por mês. Em junho, foram 3 mil atendimentos. Cada um deles tem capacidade de receber 300 pacientes, por dia.

As UPAs de Barris, Ilha de Bom Jesus, Paripe e Pau Miúdo permanecem em funcionamento. Além das pessoas que estão com síndromes gripais, os gripários também recebem pessoas com graves sintomas de Covid-19. Em alguns casos, o paciente pode chegar a ser internado ainda na unidade e depois é transferido para outra unidade mais avançada.

 Foto: Valter Pontes/Secom

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143