Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque Salvador SAÚDE

“É inadmissível”, diz Rui Costa sobre exigência da Anvisa para autorizar o uso da vacina Sputinik V no Brasil

“São as palavras que eu usei: indignação e perplexidade”, comentou o governador do estado, Rui Costa, após reunião com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para tratativas sobre a liberação do uso da vacina russa Sputinik V no Brasil.

A declaração foi dada durante a transmissão da edição do seu programa semanal no Youtube, o Papo Correria, na noite da última terça-feira (6).

Na ocasião, Rui destacou o atual cenário da pandemia do coronavírus no país e as exigências protocolares da Agência para autorizar a importação do imunizante.

“O Brasil no caos completo, caminha para chegar a 400 mil óbitos e 4.195 óbitos por dia e a Anvisa, ainda, protelando a autorização de importação da vacina por parte da Bahia e dos governos do Nordeste. É inadmissível, eu fico me perguntando; o Brasil não merece isso, os brasileiros não merecem esta conduta e esta postura do Governo Federal e daqueles que estão envolvidos neste episódio”, disse o gestor.

“Absoluta indignação pelo o que vocês estão fazendo no dia hoje para atrasar sistematicamente vacinas de chegarem no Brasil, indignação com o que vocês fizeram desde os primeiros dias da Covid no Brasil”, acrescentou o governador fazendo referência a ação da Anvisa para impedir o estado da Bahia de realizar medidas para conter a proliferação do vírus.

Nas suas redes sociais, Costa também se manifestou sobre o episódio e declarou que vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) “para garantir a vacina para o povo baiano, nordestino e brasileiro”

Por meio de nota, a Anvisa informou que os pedidos de importação dos estados já estão sendo avaliados e estão dentro do prazo de sete dias úteis previstos na lei.

Foto: Reprodução | Youtube Papo Correria