Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque

Eike Batista é condenado a mais 11 anos de prisão por crime conta o mercado financeiro

O empresário Eike Batista foi condenado a mais 11 anos de prisão por crimes praticados contra o mercado de capital, ao fazer uso de informação privilegiada e manipulação com as ações da petroleira OGX. Ele também vai ter que pagar R$ 871 milhões de multa.

A sentença foi proferida pela juíza Rosália Monteiro Figueira, da 3ª Vara Federal Criminal do Rio de janeiro, que fundamentou a decisão alegando que Eike “demonstrou fascínio incontrolável por riquezas, ambição sem limites que o levou a operar no mercado de capitais de maneira delituosa, com extremo grau de reprovabilidade, com o objetivo de obter lucro fácil ainda que em prejuízo da coletividade, ‘acreditando’ em seu poder econômico e na impunidade que grande mal tem causado à sociedade brasileira”.

Ao vender ações da empresa, Eike teria ocultado ao mercado financeiro informações negativas sobre a situação financeira da companhia, conseguindo lucrar com a negociação fraudulenta.

O Ministério Público Federal (MPF), havia denunciado em 2014, que o empresário teria simulado a injeção cerca de US$ 1 bilhão na OGX para atrair investidores, configurando, assim, crime de manipulação de mercado.

Essa é a terceira vez que Eike Batista é condenado por crimes contra o mercado de capitais. Ele cumpre prisão domiciliar com pena que soma 28 anos de reclusão por atentado contra o mercado financeiro e 30 anos por crime de corrupção, em processos da Operação Lava Jato

Foto: Reprodução

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143