Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias em destaque Política Salvador

Em coletiva Rui Costa fala sobre saída do PP da base

Em coletiva de imprensa, na manhã desta quinta-feira (17), o governador da Bahia, Rui Costa (PT), falou sobre a saída do Partido Progressista (PP) e sobre a decisão do vice-governador João Leão (PP), em mudar de lado a cinco meses da eleição.

Rui disse ainda que o julgamento ficará a cargo da população, que vai julgar o que é gratidão e o que é ingratidão.

“Nós estamos já, a cinco meses da eleição e o jogo esse ano, é mais politico eleitoral do que legislativo, é mais da disputa eleitoral. E o julgamento ficará a cargo da população, o povo vai julgar o que é gratidão e o que é ingratidão. O povo vai julgar quem mudou camisa do time aos 45 minutos do segundo tempo, quem não mudou. Então, eu deixo ao julgamento da população”, afirmou o Petista.

Segundo Rui, quase 80 prefeitos do PP na Bahia, no qual já teve conversa, afirmaram que não vão acompanhar o vice-governador em aliança com ACM Neto (União Brasil), porque seria uma demonstração de ingratidão e que não vão prejudicar os seus munícipios por uma mudança repentina, por quem sempre ajudou e instituiu um outro jeito de governar, com dialogo, entendimento e cooperação.

De acordo com o governador Rui Costa, de agora a diante é o jogo da política, jogo eleitoral e menos jogo legislativo.

Eu estou muito alegre, se vocês acompanharam minhas duas agendas no interior, vocês podem perceber a minha alegria, o meu entusiasmo, a quantidade de gente. Ontem eu estava até às 23h30, atendendo prefeitos e prefeitas do interior. Então, dos 90 prefeitos do PP eu já atendi, recebi mensagens, já falei por telefone, de quase 80, declarando que não acompanha porque seria uma demonstração de ingratidão e ele não vai prejudicar o município dele em uma mudança repentina, por quem sempre ajudou o município e instituiu na Bahia um outro jeito de governar, de dialogo, de entendimento e de cooperação. De agora adiante é o jogo da política, o jogo eleitoral e menos o jogo legislativo”, declarou o governador da Bahia.

Foto: Jonne Roriz

Tags:

Leia também