Digite sua busca

 

 

Carnaval Cultura Notícias em destaque

Em Salvador, Cacique Raoni defende direitos dos povos indígenas e participará do Carnaval

Em Salvador para participar do carnaval, o Cacique Raoni participou de uma entrevista coletiva com a imprensa no Palacete das Artes na última quarta-feira (19). Na ocasião, também foi realizada uma prévia da 1ª Mostra de Interação do Artesanato Indígena: Bahia & Xingu. A exposição será montada após o carnaval sob gestão da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre).

Com apoio do Governo do Estado, o líder indígena foi recepcionado pelo secretário da Setre, Davidson Magalhães, o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins, pelo cantor e compositor Edu Casanova, além de representantes de outros setores da sociedade civil.

Segundo a Secom, a realização da mostra tem por finalidade a promoção, valorização e interação dos artesãos de etnias existentes na Bahia com outros povos indígenas. Entre estes estão os índios kiriris, Pataxós Hãhãhães e Tupinambás.

Para o secretário da SJDHDS, Carlos Martins, a visita do Cacique Raoni é motivo de satisfação. “A presença do cacique Raoni reforça a disposição de apoiar a causa indígena, e questões que envolvem a demarcação de terras, a proteção aos povos indígenas, bem como a sua cultura e liberdade. A Bahia é a terra da alegria, mas também é a terra da liberdade, do respeito e da resistência.”

Raoni participará do carnaval ao lado de Edu Casanova no domingo (22) e na segunda (23) no Circuito Osmar (Campo Grande). O Cacique ficou conhecido mundialmente pela luta em defesa da preservação da Amazônia e dos povos indígenas e já foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz.

Foto: Carol Garcia/GOVBA

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X