Digite sua busca

 

 

Bahia

Empresa é denunciada por destruição de vegetação e restrição de acesso às praias

Luciano Reis.

A empresa Entre Rios também é criticada pelos moradores como responsável por matar a vegetação e promover queimadas no local. Contudo, a área é de preservação permanente e é classificada como unidade de conservação.

A Associação de Moradores e Amigos de Massarandupió, localizada no município de Entre Rios, fez acusações sobre a incorporadora Entre Rios Villas & Resort. Segundo a associação, eles estão restringindo o acesso dos cidadãos locais às praias, rios e restingas da localidade. Outra acusação feita é que a empresa colocou cancelas e cercas, realmente retirando o direito de nativos e veranistas de frequentar os locais.

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) se manifestou sobre o caso, que está nas mãos da promotora Karinny Oliveira.

Os pedidos foram reiterados na última quarta-feira (16), com o prazo de 30 dias para resposta. O Ministério Público também oficiou a Prefeitura de Entre Rios para que esclareça, em 10 dias úteis, se a atividade identificada em relatório de inspeção local na referida área é considerada pelo órgão ambiental do Município como infração ambiental.

Foto reprodução.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X