Digite sua busca

 

 

Bahia Educação Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador SAÚDE

Escolas da rede municipal de Salvador recebem ações de sanitização

Até o próximo dia 13, as 431 escolas municipais de Salvador estarão completamente higienizadas por uma equipe especializada em sanitização de ambientes. Essa é mais uma ação da Secretaria Municipal da Educação (Smed) para reforçar as medidas já adotadas nos protocolos de segurança das instituições de ensino.

O processo de higienização começou na segunda-feira (2), nas unidades de ensino da Gerência Regional de Educação (GRE) Centro, e será finalizada na próxima semana, nas unidades de Ilha de Maré. “Já temos os protocolos sanitários da rede municipal que foram implementados em todas as unidades e que vêm sendo cumpridos diariamente. A sanitização fortalecerá ainda mais esse trabalho”, ressalta o secretário da Smed, Marcelo Oliveira.

O valor investido inicialmente para o atendimento das unidades escolares, gerências regionais e órgão administrativo central é de R$1,3 milhão. A empresa responsável para realizar o serviço foi contratada por processo licitatório e ata registrada na Secretaria Municipal de Gestão (Semge).

Conforme o diretor administrativo da Smed, Flávio Pimenta, a previsão é de quatro aplicações anuais. “Caso haja qualquer incidência de infecção pela Covid-19 de qualquer pessoa lotada na unidade, a realização de uma nova aplicação será solicitada sem ônus para o município”, explica.

Segurança – A gestora da Escola Municipal Francisco Mangabeira, Ana Mônica Lima, conta que, mesmo com todas as medidas adotadas, o processo de sanitização dará à comunidade escolar mais tranquilidade. “Contamos com a equipe de limpeza da escola, seguimos todas as orientações, e o reforço dessa empresa especializada nos dá mais segurança”.

Vera Lúcia, gestora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Maria Conceição da Costa, já está reunindo em pequenos grupos os responsáveis pelos alunos para explicar que, além de todos os cuidados, como distanciamento, higienização das mãos, dos equipamentos e dos ambientes, a unidade passará por sanitização. “Em conversa com as mães e pais eu já percebi que até aqueles que se recusavam em trazer seus filhos, estão convencidos de que a escola é um ambiente seguro”.

De acordo com a bióloga Natalie Amorim, a sanitização elimina os microrganismos existentes, garantindo um ambiente livre de contaminação. “Não podemos excluir as medidas individuais de proteção. O uso de máscara e álcool em gel continua sendo um impedimento para a propagação do coronavírus”, enfatiza a gerente de serviços da Larclean – empresa especializada em saúde ambiental contratada para realizar o serviço de sanitização das escolas.

Foto: Márcio Vieira/Governo do Tocantins

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143