Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque SAÚDE

Estudante é acusado de atuar como médico em hospital do município de Itapetinga; polícia investiga mortes

Um suposto estudante de medicina está sendo investigado por exercício ilegal da profissão, no município de Itapetinga, interior da Bahia.

Jean Franco da Silva, de 45 anos, foi descoberto após inúmeras denúncias que apontavam sua atuação como médico do Hospital Cristo Redentor e dezenas de mortes associadas à imperícia dele.

No depoimento prestado à polícia, Jean informou que era estudante de medicina no Paraguai e que trabalhava na área administrativa da unidade e que passava o dia todo lidando com planilhas e cuidado da escala da equipe médica. 

Os profissionais lotados no hospital, ao serem questionados pelos agentes da Polícia Civil sobre a função exercida por Franco, entraram em contradição. Alguns confirmaram a versão do falsário e outros disseram que ele era estagiário – todos se referiram a Jean como ‘doutor’.

De acordo com a Polícia Civil, não foi encontrado nenhum documento que comprove que ele cursa Medicina e que for comprovado apenas um óbito devido à conduta, ele vai responder por homicídio culposo. Jean foi ouvido e responde pelo crime em liberdade.

O Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) tomou conhecimento do fato e instaurou uma sindicância para apurar se há algum tipo de acumpliciamento por parte da direção da instituição. Toda a investigação na instituição corre em segredo de justiça.

Foto: Reprodução