Digite sua busca

 

 

Cidades Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador

“Eu confio (na vacina). Irei tomar assim que chegar a minha fase”, diz prefeito de Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, informou em entrevista concedida esta manhã (20) ao programa Sociedade Urgente, Rádio Sociedade da Bahia sobre como ficará a cidade durante o período de vacinação. Ele ressaltou ainda que pretende ser vacinado e que não há previsão para o retorno das festas na cidade.

Até o momento, estão sendo vacinados apenas os grupos da primeira fase, que são: trabalhadores da saúde, população idosa com 75 anos ou mais, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de Longa e indígenas/aldeados.

“Eu não estou nessa primeira fase, nem na segunda, nem na terceira. Eu confio (na vacina). Irei tomar assim que chegar a minha fase. Eu, como cidadão comum que sou, tenho que respeitar as fases”, ressaltou.

Segundo o prefeito, não há previsão para concluir o processo de imunização na cidade, entretanto, já é possível pensar na volta às aulas.

“Acho que dá pra gente estabelecer entre o final de fevereiro e início de março o retorno da educação. A ideia é voltar semipresencial e a depender do estágio da pandemia, em maio retornar 100%”, informou.

Com relação ao retorno dos eventos na cidade, o prefeito frisou que só poderá pensar após a vacinação em massa.  

“O que vai determinar se vai ter São João, se vai ter carnaval, é a vacina. Se o Brasil conseguir adquirir as vacinas em grande quantidade e a gente tiver a população imunizada até o final do primeiro semestre, aí dá pra pensar em fazer o carnaval no segundo semestre”, disse.

De acordo com Bruno, a prefeitura está preparada para vacinar toda a população, e, caso haja necessidade, pretende implantar 23 centros de vacinação e 9 drives-thru para facilitar a imunização na cidade.

Foto: Reprodução.

Tags:

Leia também