Digite sua busca

 

 

Notícias em destaque

“Eu vou participar da eleição de 2022”, garante ACM Neto

O prefeito de Salvador e presidente nacional do partido Democratas, ACM Neto, se colocou como possível pré-candidato a disputa pelo governo da Bahia em 2022. Após recuar da disputa na eleição de 2018, ACM Neto, revelou na manhã desta segunda-feira (09) a possibilidade de ele disputar a vaga que será deixada pelo governador Rui Costa (PT).

“Se Deus me der saúde e condições, eu serei candidato em 2022. A quê? Eu não sei, vamos ver. Tá certo? A priori as pessoas apontam uma possibilidade de disputar o Governo do Estado. Eu diria que essa é a mais provável. Agora, eu não sei se vai ser isso. Independentemente disso, ou não, o que eu posso assegurar a vocês é o seguinte: eu vou participar da eleição de 2022. Então, eu vou fazer política no interior. Como a eleição de 2022 é eleição estadual, eu vou fazer política no interior”, garantiu o prefeito.

Neto deixa a prefeitura de Salvador no dia 1º de janeiro de 2021, quando passa o posto de prefeito da capital baiana para o sucessor que será eleito na disputa eleitoral do mês de outubro desse ano. Em 2018 ACM Neto chegou a ter o nome colocado na disputa pelo Governo da Bahia, mas terminou recuando. O prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo, foi o representante do Democratas e terminou sendo derrotado nas urnas. Na oportunidade o governador Rui Costa terminou vencendo a disputa com 75,71% dos votos e foi reeleito. Em 2022 Rui Costa não pode se candidatar.

Sobre uma nota publicada pelo colunista de O Globo, Lauro Jardim, que afirmou a preocupação de ACM Neto com o correlegionário e presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que estaria “comprando” brigas desnecessárias com o presidente Jair Bolsonaro, e democrata negou.

Já sobre as manifestações contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF) agendadas para o dia 15 de março, Neto garante que não vai haver nenhum tipo de interferência por parte da Prefeitura. Mas, destacou que deve haver cuidado quando os alvos dos manifestações são instituições importantes para a manutenção da ordem no país.

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X