Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Política

Ex-assessor de Jonga Bacelar é acusado de intermediar compra de testes de Covid superfaturados

Foi deflagrada na manhã de hoje (3), a quarta fase da Operação Falso Negativo, que investiga a aquisição de kits de testes de Covid-19 superfaturados pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Com esta, são 15 mandados de busca e apreensão no DF e em cidades da Bahia.

Entre os acusados na ação, está o ex-assessor do deputado federal baiano Jonga Bacelar (PL), Fábio Gonçalves Campos. Ele foi denunciado de intermediar a compra dos testes por valores mais altos.

O suposto favorecimento de uma empresa de um amigo do ex-secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, está sendo apurado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

De acordo com o Correio Braziliense, o amigo mencionado é Campos, que era secretário parlamentar de Jonga, na época dos supostos. Em agosto do ano passado, ele foi exonerado após a deflagração da segunda fase da operação. Na mesma época, Francisco Araújo teve a prisão determinada.

A intermediação da contratação de uma empresa que forneceu testes de Covid-19 ao governo de Brasília,  teria sido realizada pelo ex-assessor de Jonga Bacelar a preços superfaturados. Por esta razão, Campos e a esposa, Renata Mesquita D’Aguiar, são alvos de busca e apreensão, com mandados cumpridos na residência deles em Brasília, na Asa Sul.

Foto: Agência Câmara

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143