Digite sua busca

 

 

Bahia Meio Ambiente

Filhotes de ararinha-azul nascem na Bahia após 20 anos de extinção

A Bahia provou mais uma vez ser a terra de todos os santos e dos milagres, desta vez em relação à fauna. Três filhotes de ararinha-azul nasceram na região da Caatinga após 20 anos de extinção da espécie declarada no país. O trio é fruto de um casal de ararinhas que veio entre os 52 repatriados da Alemanha no ano passado.

O primeiro filhote nasceu em 13 de abril e dois últimos em 6 e 9 de junho no núcleo de Juazeiro do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que divulgou a informação neste domingo (18).

De acordo com a Área Temática de Pesquisa, Monitoramento e Manejo do Núcleo de Gestão Integrada da entidade, as aves serão reintroduzidas na natureza em breve. A previsão é que isso aconteça no interior do Refúgio de Vida Silvestre da Ararinha Azul, em Curaçá, município do extremo norte do estado.

 Mesmo com a espécie em extinção desde os anos 2000, o ICMBio contabiliza cerca de 160 ararinhas vivendo em cativeiros privados.

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143