Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Fiocruz anuncia atraso em entrega de doses para Ministério da Saúde

Pela primeira vez desde que começou produzir vacina contra a Covid-19 no Brasil, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), anunciou que ficará duas semanas sem entregar doses da AstraZeneca para o Ministério da Saúde.

Com isso, a população que precisa tomar a segunda dose do imunizante pode ficar sem vacina. O atraso ocorre por conta de um atraso na entrega do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), que é o componente usado para fabricar a vacina. O composto é importado da China.

A produção de vacina leva pelo menos três semanas, mas a Fiocruz garante que vai entregar, ainda nesse mês, 15 milhões de doses. As próximas entregas, no entanto, só estão programadas para a semana do dia 13 a 17 de setembro. Até lá, pode faltar vacina para os que precisam tomar a segunda dose.

Em agosto, a Fiocruz entregou a menor quantidade de vacinas desde o começo da produção, em março. No mês passado, foram 11,4 milhões doses de AstraZeneca. Essa quantidade é quase a metade de maio, quando foram 21 milhões. A Fiocruz diz que o problema é a falta de matéria-prima e que sua capacidade de produção sempre foi maior do que a quantidade de IFA recebida.

Pela previsão inicial, a fundação já deveria estar fabricando vacinas com IFA 100% brasileiro, mas ainda não conseguiu colocar isso em prática.

Foto: Erasmo Salomão/Divulgação/MS

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143