Digite sua busca

 

 

Bahia Economia Notícias em destaque Salvador Serviço

Gás de cozinha sofre reajuste e produto fica mais caro a partir desta sexta-feira (1º)

O preço do botijão de gás de 13 kg sofre aumento nesta sexta-feira (1º), e de acordo com informações da Acelen, a nova alta foi de 7,6%. Com isso, a expectativa é de que o preço médio do produto fique entre R$137 e R$ 139 reais, em todo o estado.

O reajuste será aplicado no valor do produto que chega até as distribuidoras e, consequentemente, o novo valor será repassado para o consumidor final.

Este será o quinto reajuste do gás registrado só neste ano – sendo quatro determinados pela Acelen e um aplicado pela Petrobras. O primeiro aumento de 2022 aconteceu em fevereiro deste ano. O último até então tinha sido no dia 1° de abril.

O preço do gás de cozinha é anunciado pela Acelen, que é o grupo que administra a Refinaria Mataripe (antiga Landulpho Alves) e “rege” os preços no estado da Bahia, mas um reajuste nos preços da gasolina, diesel e gás de cozinha anunciado pela Petrobras em março acabou interferindo no processo como um todo, já que as empresas dependem desse material para manter as atividades, principalmente o diesel. Por isso, na época, houve o reajuste.

Confira a nota da Acelen:

“Os preços dos produtos produzidos pela Refinaria de Mataripe seguem critérios de mercado que levam em consideração variáveis como custo do petróleo, que é adquirido a preços internacionais, dólar e frete. A Acelen reafirma sua aposta em uma política transparente, amparada por critérios técnicos, em consonância com as práticas internacionais de mercado. Acelen confirma reajuste de 7,6% no GLP para a distribuidoras”.

Foto: Divulgação

Tags:

Leia também