Digite sua busca

 

 

Bahia Economia Notícias em destaque Salvador Serviço

Gasolina e diesel sofrem reajuste pela sexta vez na Bahia

De acordo com o Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis Bahia), que representa os revendedores baianos de combustíveis, a Acelen, operadora da Refinaria Mataripe, aumentou em R$ 0,15 o preço do litro da gasolina A, e em R$ 0,56 o preço do litro do diesel S10 para as distribuidoras.

A gasolina é vendida pela Acelen na Bahia por R$ 4,24 o litro, enquanto o mesmo produto é comercializado em Ipojuca (PE), a mais de 1.000 km de distância de São Francisco do Conde, onde está a refinara, por R$3,75. Em São Luís do Maranhão, com mais de 1.500km de distância, o preço é de R$3,74.

“A diferença dos preços da gasolina vendida pela Acelen em relação às refinas da Petrobras é de trinta centavos a quarenta e sete centavos”, diz o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas.

No caso do diesel, a diferença do S10 vendido pela Acelen em comparação a outras refinarias é R$ 0,43 a R$ 0,68.

“Como o Estado da Bahia tem o ICMS mais caro do Brasil, na comercialização do diesel S10 isto faz com que o custo do produto, adquirido pelas distribuidoras junto à refinaria, tenha uma diferença que varia de cinquenta centavos a um real e dezoito centavos. O Estado de Pernambuco, que faz fronteira com a Bahia, a diferença de preços do mesmo produto vendido pela Acelen chega a noventa e nove centavos”, informa Tannus.

A refinaria começou a vender os combustíveis às distribuidoras com o novo reajuste no sábado (26) e a decisão de repassar os aumentos cabe às distribuidoras e a cada posto revendedor, à medida que forem sendo abastecidos com novos valores estabelecidos pela refinaria.

O Sindicombustíveis Bahia reafirma que não interfere no mercado e respeita a livre concorrência.

Foto: Divulgação / Agência Brasil

Tags:

Leia também