Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque SAÚDE

Governo anuncia medidas restritivas em vinte e dois municípios da Bahia

A partir da próxima segunda-feira (22), vinte dois municípios da Bahia terão as atividades consideradas não essenciais suspensas. Além das medidas restritivas do comércio, o decreto prevê toque de recolher das 19h às 5h.

A ação que tem como objetivo conter a proliferação do novo coronavírus serão adotadas nas cidades Andorinha, Antônio Gonçalves, Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Cansanção, Canudos, Casa Nova, Curaçá, Filadélfia, Itiúba, Jaguarari, Juazeiro, Nordestina, Pilão Arcado, Pindobaçu, Ponto Novo, Queimadas, Remanso, Senhor do Bonfim, Sento Sé, Sobradinho e Uauá.

Durante este período de restrição, apenas as atividades relacionadas à saúde, os estabelecimentos comerciais ligados ao ramo alimentício e feiras livres estão autorizadas a funcionar. Fica vedada a venda de bebida alcóolica de 22 de março até as 5h de 29 de março, prazo final do decreto.

Também ficam suspensos, as atividades presenciais nos órgãos e entidades da Administração Pública Estadual não enquadrados como serviços públicos essenciais e os atendimentos presenciais do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).

Saiba o que pode funcionar no estado:

  • Supermercados, panificadoras, delicatessens e açougues;
  • Agências bancárias e lotéricas;
  • Farmácias;
  • Serviços públicos considerados essenciais;
  • Estabelecimentos que estejam funcionando em regime de delivery, sendo permitido o sistema de retirada no local e desde que mantidas as portas fechadas ao público;
  • Serviços de saúde e hospital dia;
  • Serviços de imagem radiológica;
  • Atendimentos de tratamentos contínuos como oncologia, hemoterapia e hemodiálise;
  • Laboratórios de análises clínicas;
  • Clínicas veterinárias e pets shops, à exceção do serviço de banho e tosa;
  • Estabelecimentos que fornecem insumos hospitalares;
  • Postos de combustíveis;
  • assistência técnica, exclusivamente de caráter emergencial e por meio de atendimento domiciliar, limitado ao máximo de 2 funcionários para cada atendimento;
  • construção civil, inclusive reformas, em imóveis não habitados, desde que os mesmos não estejam localizados em prédios ocupados;
  • hotéis, pousadas e demais estabelecimentos de alojamento, desde que os serviços ofertados, como alimentação, estejam disponíveis exclusivamente para os hóspedes;
  • oficinas mecânicas;
  • lojas de material de construção;
  • Entregas através de delivery serão permitidas até 00h, exceto bebidas alcóolicas.
  • Locomoção através de táxi ou transporte por aplicativo está permitida desde que, entre 20h e 5h, se justifique o deslocamento.

Foto: Ascom | Sidcom