Digite sua busca

 

 

Brasil Eleições Notícias Notícias em destaque Política

Governo Bolsonaro é rejeitado por mais de 48% dos brasileiros, aponta estudo

O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi classificado como “ruim ou péssimo” para 48,2% dos brasileiros. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (5), pela CNT (Confederação Nacional do Transporte).

Quando comparado com o levantamento anterior, momento em que 35,5% desaprovavam o governo, o resultado corresponde a um crescimento de 12,7 pontos percentuais.

O estudo aponta ainda para uma queda, de 32,9% para 27,7%, no percentual da população que julga o governo como “bom ou ótimo”. Há ainda 22,2% que avaliam a gestão como “regular”. Outros 1,4% não souberam ou não quiseram responder.

A pesquisa CNT foi realizada em parceria com o Instituto MDA, com 2.002 entrevistas presenciais, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%.

A pesquisa também questionou os entrevistados sobre o desempenho pessoal do presidente Jair Bolsonaro. Entre as respostas, 62,5% disseram reprovar o presidente e outros 33,8% afirmaram aprovar. 3,7% não souberam ou não quiseram responder ao questionamento.

Lula x Bolsonaro

O levantamento ainda coletou a preferência dos eleitores para as eleições presidenciais de 2022. Na pesquisa estimulada (quando os entrevistados são apresentados aos eventuais candidatos), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi citado por 41,3% dos ouvidos, contra 26,6% das citações por Bolsonaro (sem partido).

Ciro Gomes (PDT) e Sérgio Moro (sem partido) aparecem empatados com 5,9% das intenções de voto e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem 2,1% das menções. Ambos os três estão empatados dentro da margem de erro do estudo. Há ainda 8,6% dos eleitores que declararam o voto em branco ou nulo e 7,8% que se declararam indecisos.

De acordo com o estudo, 40,3% entrevistados preferem que Lula ganhe as eleições e volte a ser presidente, enquanto 25,1% desejam que Bolsonaro continue no cargo até 2026. Outros 30,1% defendem que algum candidato que não seja ligado a Jair Bolsonaro, nem a Lula ganhe as eleições para presidente.

Já na coleta espontânea (sem as indicações dos candidatos), Lula soma 27,8% da preferência popular, enquanto Bolsonaro teve 21,6% das citações. O número de indecisos no modelo ficou em 38,9%. Ciro (1,7%), Moro (0,7%) e Doria (0,7%) foram lembrados em menores proporções.

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143