Digite sua busca

 

 

Bahia Destaque Notícias Notícias em destaque Política

Governo da Bahia assina memorando de entendimentos com a Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Korea

Na manhã desta quarta-feira (10), O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), assinou um memorando de entendimentos com a Câmara do Comércio e Indústria Brasil-Korea (CCIBK Brasil). Hoje (11) completa um mês que foi anunciado o encerramento das atividades da fábrica no país.

O termo é mais um avanço da Bahia em solucionar o prejuízo deixado pela pausa de produção da fábrica de automóveis. Assim que foi informado o fechamento da Ford no estado, o Governador Rui Costa comunicou que estava iniciando as articulações para conseguir novos investidores para o polo petroquímico em Camaçari.

A proposta atual, visa atrair investimentos coreanos, em particular nos segmentos automotivo, químico e petroquímico, farmacêutico, de tecnologia da informação e comunicação, agro industrialização, infraestrutura, saneamento, energias renováveis, educação, cultura, esportes e turismo.

“Acabamos de assinar um memorando de entendimentos com a Coreia do Sul, um dos países mais desenvolvidos do mundo, que tem uma educação de primeira. Queremos que a Coreia venha investir na Bahia. Nós temos na área de turismo coisas fenomenais. Estamos passando por essa situação com a saída da Ford e precisamos de empresas grandes, como as coreanas, para se instalarem aqui”, declara o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

Segundo o diretor Geral da CCIBK Brasil, Pablo Palhano, a câmara tem um papel significativo na aproximação das empesas brasileiras com as coreanas.

 “Quando as empresas coreanas pensam em investir no Brasil, elas fazem uma consulta às Câmaras de Comércio. Checam os potenciais que cada estado, cada município dispõe para esses investimentos. Nós acreditamos que o estado da Bahia é muito promissor para as empresas coreanas, para desenvolver trabalhos de ciência, tecnologia e inovação, e com certeza, aliar todo o desenvolvimento econômico com educação”, disse. 

O memorando de entendimentos tem como objetivo o compartilhamento de informações técnicas, econômicas e jurídicas entre as partes, com apoio institucional, de mercado, engenharia, tributação e licenças e ou autorizações necessárias à realização de estudos e atração de investidores coreanos visando a futura implantação de projetos na Bahia.

Foto: Ascom/SDE

Tags:

Leia também