Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Economia Notícias em destaque Serviço

Governo da Bahia inaugura unidade de beneficiamento de frutas e anuncia construção de laticínio no Baixo Sul

O Governo do Estado inaugurou a nova unidade polivalente de beneficiamento de frutas da Associação de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (Adebasul) e assinou convênio junto à prefeitura municipal de Gandu para construção de um novo laticínio da Cooperativa de Leite da Região de Gandu (Coolerg).

De acordo com o chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jeandro Ribeiro, os novos equipamentos viabilizam o processamento e o escoamento dos produtos da agricultura familiar.

“Essa nova unidade de beneficiamento vai processar frutas não só de Gandu, mas de toda a microrregião que envolve o município. Por isso, o nome de unidade polivalente de beneficiamento de frutas, porque vai integrar também as pequenas unidades para escoamento nos mercados, especialmente os mercados institucionais. Além disso, teremos o novo laticínio da Coolerg, que é uma cooperativa consolidada na região, que vende iogurtes, manteigas e outros produtos. E, agora, terão um novo espaço de laticínio para conseguir absorver os 3 mil litros de leite que chegam na cooperativa por dia”, explicou Jeando Ribeiro.

Já o presidente da Adebasul, Jeronias Libanio, destacou que a gestão da nova unidade de processamento mostra que os agricultores e agricultoras familiares são capazes de gerir grandes equipamentos, resultando em grande faturamento.

“Hoje, com a unidade, a gente está saindo de um faturamento anual de R$ 1,4 milhão para R$ 5 milhões, além de gerarmos 15 empregos diretos e renda para mais de 100 produtores da nossa região. Nós estamos de igual para igual com qualquer empresa porque a nossa agroindústria é praticamente 100% industrializada tecnologicamente”, destacou Jeronias Libanio.

Com investimentos de mais R$2 milhões, por meio do projeto Bahia Produtiva, a nova unidade foi requalificada e conta agora com equipamentos como três câmaras-frias que suportam uma capacidade instalada de 100 toneladas de polpas por dia.

Segundo o presidente da Coolerg, Afrorisval Almeida, o novo laticínio traz uma retomada da produção.

“As nossas instalações foram construídas há mais de 20 anos e precisavam de uma revitalização como está sendo proposta pelo Governo do Estado. Agora, a gente vai poder ter um resultado altamente positivo porque a nossa produtividade vai aumentar e os associados ativos também, já que hoje temos 110 associados, mas só 60 ativos devido à baixa produtividade”, afirmou Afrorisval Almeida.

Para a construção do novo laticínio, serão investidos R$720 mil.

Com informações de Silmara Sousa, correspondente da Rádio Sociedade em Itabuna.

Foto: Divulgação

Tags:

Leia também