Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque

Governo Federal inclui professores no grupo prioritário de vacinação

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) ter incluído os trabalhadores da área de Educação na lista de serviços essenciais e no grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19. O objetivo é preparar os profissionais para o retorno às aulas presenciais. A informação foi conformada pelo ministro da Educação, Milton Ribeiro, em um post no Twitter nesta quarta-feira (3).

“Visando o mais breve e seguro retorno às aulas presenciais, o presidente Jair Bolsonaro incluiu os profissionais da educação no grupo prioritário de vacinação contra o Covid-19”, postou.

Em nota divulgada à imprensa, o Ministério da Saúde, disse ter o entendimento de que os profissionais de ensino estão vulneráveis à contaminação pelo coronavírus.

“Principalmente no ensino básico, esses profissionais possuem contato com muitos alunos simultaneamente, é de extrema relevância a vacinação dos trabalhadores da educação”, diz um trecho do documento.

Completou:

“É importante promover a proteção dos trabalhadores da educação, principalmente em um contexto de retomada das atividades. No entanto, sua priorização não deve se dar em detrimento dos grupos de maior risco de agravar e morrer pela doença. Impende destacar ainda que os trabalhadores da educação que estiverem dentro de algumas das condições de risco agravantes da covid-19 serão priorizados nos respectivos grupos característicos”.

Foto: Divulgação | Agência Brasil