Digite sua busca

 

 

Bahia

Grupo de vereadores de Alagoinhas denuncia prefeito e secretária de saúde ao Ministério Público Federal

Vereadores da cidade de Alagoinhas denunciaram ao Ministério Público Federal (MPF) o prefeito Joaquim Neto (PSD) e a secretária de Saúde do município, Rosânia Rabelo. A denúncia apresentada pede que o MPF investigue indícios de superfaturamentos e irregularidades na compra sem licitação de equipamentos de Proteção Individual (EPIs) que serviriam de combate à Covid-19, como máscara, protetor facial, macacāo, luva, avental, bota de segurança e outros.

Seis vereadores subscrevem o pedido de investigação ao Ministério Público Federal. São eles: Francisco Ribeiro, o Thor de Ninha (PT), Luciano Sérgio (PT), Caio Ramos (DEM), Darlan Lucena (DEM) e Pastor Lins (DEM). O volume de recursos pagos na compra desses equipamentos, segundo os parlamentares, é de cerca de R$ 685 mil, mas os contratos firmados podem chegar a R$ 1,300 milhão-recursos repassados pelo governo federal.

A prefeitura de Alagoinhas não se manifestou sobre a denúncia dos vereadores.

Foto: Reprodução/Google Street View

Com informações de Luciano Reis, correspondente a serviço da Rádio Sociedade

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X