Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Polícia Salvador

Grupo que fez famílias reféns possuía passagem por roubo

Três dos seis integrantes que fizeram famílias reféns no final da tarde da terça-feira (28), no bairro da Engomadeira, em Salvador, já possuíam histórico criminal pela prática de roubo. Os homens foram capturados após unidades da Polícia Militar (PM) negociarem a libertação de moradores da localidade da Candelária.

Com 26 anos, um dos integrantes do trio havia tem prisão em flagrante registrada pela Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR) da capital, em 2017. Na ocorrência, ele e um comparsa foram encontrados com um veículo que possuía restrição de roubo, após acionamento do Centro Integrado de Comunicações.

O outro suspeito, de 24 anos, também possuía passagem pela DRFR no ano de 2016. O homem foi autuado em flagrante por roubo após ser encontrado em uma casa, com documentos e um Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) de um veículo roubado.

Já o de 23 anos, integrante de uma organização criminosa atuante no bairro de Cosme de Farias, já era conhecido da polícia após registros de ocorrência no Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos (Gerrc), na 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), e na DRFR nos anos de 2014 – quando era menor de idade -, 2016 e 2017, já maior, respectivamente.

Os outros três envolvidos na situação foram encaminhados para o Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) e para a Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI).

Relembre o caso

Por volta das 15h, equipes das 1ª, 3ª, 47ª 48ª, 50ª e 82ª Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs/Pernambués, Cajazeiras, Pau da Lima, Sussuarana, Sete de Abril e Cab), além de guarnições das Rondas Especiais (Rondesp) Central que integram a Operação ‘Força Tática Especial Central’ montaram um cerco no bairro da Engomadeira após denúncias de homens armados.

Após confronto com os criminosos, dois deles foram atingidos, encaminhados para o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), mas não resistiram. A ocorrência foi registrada no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Outra parte do grupo invadiu duas residências e fizeram famílias reféns. Após duas horas de negociações com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), os suspeitos foram presos e as famílias liberadas.

Foto: Alberto Maraux

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143