Digite sua busca

 

 

Brasil Economia Notícias Notícias em destaque Política

Guedes diz que é preciso bloquear verbas para pagar auxílio emergencial

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, que caso o auxílio emergencial seja prorrogado, será necessário bloquear gastos com Saúde, Educação e Segurança Pública. O chefe da pasta ainda defendeu que os servidores públicos continuem sem reajuste.

“Quer criar o auxílio emergencial de novo? Tem que ter muito cuidado. Pensa bastante. Porque, se fizer isso, não se pode ter aumento automático de verbas para educação, para segurança pública”, disse.

“A classe política tem de assumir a responsabilidade pelos orçamentos. Se ela apertar o botão vermelho, de emergência, não é só pegar o dinheiro e sair correndo. Tem de fazer todo o protocolo de sacrifício por anos”, completou.

O ministro ainda comparou a atual situação do país a uma guerra. “Durante a guerra, é fazer armamento. Pega os episódios de guerra aí e vê se teve aumento de salário durante a guerra, se teve dinheiro para saúde, educação… não teve, é dinheiro para guerra”, afirmou o ministro da Economia.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tags:

Leia também