Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque

Haddad critica Ciro Gomes e diz que pedetista é candidato de direita

O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT-SP), indicado por Lula para concorrer às eleições presidenciais de 2022 pelo Partido dos Trabalhadores, rebateu o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), que tem aparecido na mídia convocando uma coalisão em torno do seu nome como o legítimo representante da esquerda brasileira.

Em entrevista à Band Bandnews de Manaus, nesta terça-feira (2), Haddad afirmou que o pedetista está dentro do espectro da direita, ao lado de nomes como João Dória e Sérgio Moro.

“A direita tem o Ciro, Moro, Mandetta, Huck, Dória, qual é o problema? Isso tudo tem um ano e meio para se discutir. Não faz sentido inibir uma pessoa de se apresentar e conversar com a sociedade”, disse.

O petista defende a ideia de que é preciso uma união da oposição, independente do lado político, para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na eleição presidência em 2022.

“Para derrotar o Bolsonaro temos que ter um pacto de todo mundo que é oposição ao apoiar quem for para o segundo turno. Esse é o pacto que tem que ser feito. E não o que foi feito em 2018, quando cada um foi para um lado e deixou o Bolsonaro ganhar”, concluiu.

Foto: Reprodução


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143