Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias em destaque

Homicídio de negros aumenta 11,5% e de não negros cai 12,9% em dez anos

A taxa de homicídios de negros no Brasil aumentou de 34 para 37,8 por 100 mil habitantes entre 2008 e 2018, uma alta de 11,5% no período. Os dados são do Atlas da Violência 2020, divulgado hoje (27). O mesmo levantamento aponta que os assassinatos entre os não negros diminuíram 12,9%, com taxa que caiu de 15,9 para 13,9 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes.

Elaborado a partir de uma parceria entre o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e o Instituto de Econômica Aplicada (Ipea), o Atlas da Violência se baseia nos números apresentados pelo Sistema de Informação sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde.

Os negros são representados pela soma de pretos e pardos, de acordo com a classificação do IBGE, enquanto que os não negros são representados por brancos, amarelos e indígenas. O estudo aponta também que o número de homicídios teve queda em 2018, quando foram registrados 57.956 casos, o menor nível de homicídios em quatro anos.

Foto: Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X