Digite sua busca

 

 

Economia Notícias em destaque

“Houve uma debandada”, diz Paulo Guedes sobre Ministério da Economia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou na última terça-feira (11) que dois secretários pediram demissão da pasta. São eles: Salim Matar, secretário especial de Desestatização, e Paulo Uebel, secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital.

De acordo com Guedes, os secretários estavam insatisfeitos com o ritmo das privatizações de estatais, no caso de Mattar, e com a falta de andamento da reforma administrativa, caso de Uebel.

“O que ele [Mattar] me disse é que é muito difícil privatizar, que o establishment não deixa haver a privatização, que é muito difícil, muito emperrado, que tem que ter apoio mais definido, mas decisivo. O secretário Uebel, a mesma coisa. A reforma administrativa está parada, então ele reclama também que a reforma administrativa parou”, declarou Guedes. 

O ex-secretário Salim Matar afirmou durante entrevista que houve uma coincidência com as duas saídas e reclamou da burocracia para as reformas andarem.

“Eramos dois de dez secretários. Foi uma coincidência de ter, no mesmo momento, eu e Uebel deixando o governo”, declarou. “Fizemos um bom trabalho nesse período, mas o governo é muito lento para o meu ritmo. Estou acostumado com a iniciativa privada”.

Foto: Reprodução

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X