Digite sua busca

 

 

ECBAHIA Notícias Notícias em destaque

Índio Ramírez presta depoimento ao STJD sobre acusação de injuria racial; Gerson não comparece ao tribunal

O meia Índio Ramirez do Bahia, prestou depoimento por vídeo-conferência ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), na tarde desta quarta-feira (3). O atleta foi acusado por Gerson do Flamengo, de injúria Racial. Na ocasião, o atleta do time carioca acusou Ramirez de ter falado “cala boca, negro!”

A acusação ocorreu no dia 20 de dezembro, durante a partida entre Flamengo e Bahia, pelo Campeonato Brasileiro da Série A. Além de Ramirez, o ex-técnico do Bahia, Mano Menezes, também foi ouvido pelo STJD na tarde de hoje.

Nesta manhã, o meia Gerson, o atacante Bruno Henrique e o zagueiro Natan, não compareceram à sede do STJD, no Rio de Janeiro, para prestar depoimentos. O Flamengo alegou que os atletas estão concentrados para a partida de quinta, contra o Vasco, pelo Brasileirão.

O tribunal já colheu os depoimentos do trio de arbitragem da partida e do delegado da partida, Marcelo Vianna. A Procuradoria do STJD informou que, concluído o inquérito, vai analisar uma possível infração por parte do Flamengo pelo não comparecimento dos jogadores à audiência nesta quarta-feira (3).

Leia mais

Gerson se apresenta em delegacia para depor contra jogador do Bahia e diz: “Por todos os negros”

Bahia anuncia reintegração de Ramírez ao elenco e irá incluir cláusula antirracista em contrato dos atletas

Ramírez diz que ficou surpreso com titularidade e diz que não pensa mais na acusação de injúria racial

Ramírez e Gerson são intimados a depor na sede do STJD no dia 3 de fevereiro

Foto: Divulgação / EC Bahia

Tags:

Leia também