Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Pandemia Salvador SAÚDE

Infectologista da SMS reforça que cuidados devem continuar mesmo após ciclo vacinal completo

Salvador registra, nesta sexta-feira (24), 1,1 milhão de pessoas imunizadas com as duas doses ou a dose única da vacina contra a Covid-19, e 23 mil idosos com mais de 60 anos com a terceira dose. No entanto, todo cuidado ainda é necessário e deve ser seguido pelos cidadãos. Mesmo com o ciclo vacinal contra a Covid-19 completo, é necessário seguir observando as medidas de segurança, como distanciamento social, higiene das mãos, uso de máscaras e demais procedimentos, a fim de evitar o contágio da doença, que é passível de ocorrer também em imunizados.

A contaminação foi constatada recentemente pelo publicitário Bruno Leite, 31 anos, que mesmo após gabaritar a carteirinha de vacinação apresentou sintomas e um quadro atenuado da enfermidade, necessitando se afastar da rotina por cerca de 15 dias. Hoje, completamente recuperado, já retomou as atividades laborais sem maiores prejuízos.

“Foram dez dias de sintomas fortes, como dor de cabeça, corpo mole e muita febre – a perda de olfato e paladar foram os últimos. Receber o diagnóstico de Covid-19 foi algo que me chocou bastante. Me pegou de surpresa, pois não imaginava que mesmo vacinado pegaria a doença. No entanto, se não fosse a vacina, eu não sei o que poderia ter me acontecido. Foi, com certeza, minha salvação”, comemora Leite, que fez o tratamento todo em casa, sem necessidade de intenção, e medicando cada sintoma pontualmente, com analgésicos e antiinflamatórios.

A infectologista da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Adielma Nizarala, reforça a necessidade de se completar o quadro vacinal, como forma de aumentar os cuidados contra a doença. “A vacina não confere uma proteção para não pegar a doença, mas uma redução da probabilidade de evoluir para quadros graves. Portanto, mesmo os totalmente imunizados devem ficar alerta”.

A profissional ainda salienta que não se deve confiar apenas na primeira dose da vacina. “O correto é tomar as duas doses e aguardar cerca de 15 dias para se sentir plenamente protegido. Ainda assim, é necessário manter os cuidados de proteção individual”, destaca.

Foto: Igor Santos/Secom

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143