Digite sua busca

 

 

Bahia Bahia Destaque Notícias Notícias em destaque Programas

IPVA: valorização do carro usado e falta de peças, diretor da Sefaz-BA explica aumento no imposto

O Imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) de 2022 terá um aumento médio de 22,8% na Bahia. Calculado por meio do valor venal do automóvel, através da tabela Fipe, o pagamento pode ser parcelado em até cinco vezes ou efetuado por uma cota única.

Em entrevista a Rádio Sociedade, na manhã desta terça-feira (4), o diretor de arrecadação da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-BA), Augusto Guanes, explicou quais foram os principais fatores para o aumento no imposto.

De acordo com o gestor, apesar da manutenção da alíquota do IPVA, houve uma valorização do carro usado.

“A pesquisa contratada todo ano pela Sefaz com a Fipe, identificou uma valorização de 22,8% no carro usado. Historicamente, o carro usado sofre uma depreciação de 3% a 5% todo ano. Por conta da falta de peças no mercado e falta de carros novos, o carro usado subiu de preço”, explica.

Visando amenizar a situação, o governo, utilizou estratégias, como aumentar em 100% o desconto do pagamento adiantado (de 10% para 20%), que pode ser feito até o mês de fevereiro, além de dobrar o desconto de 5 para 10% para os condutores que pagarem no dia do vencimento da placa, e o aumento parcelamento de três para cinco vezes.

Para onde vai o dinheiro arrecadado?

Segundo Guanes, a divisão é feita da seguinte maneira: 50% ficam para o estado e 50% são destinados à prefeitura onde o veículo foi licenciado. O dinheiro entra para compor a questão orçamentária do estado. A arrecadação do IPVA representa a segunda maior pauta do estado, atrás somente do ICMS e hoje é na ordem de 1,5 bilhão.

O calendário de pagamento do IPVA 2022 pode ser acessado no site da Sefaz, por meio do Código Renavam constante do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Foto: Divulgação / Detran

Tags:

Leia também