Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Política

João Bacelar cita fundão eleitoral e defende escolha do voto impresso: “Quem não deve, não teme”

Bandeira levantada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o voto impresso tornou-se um dos principais assuntos da política brasileira a pouco tempo das eleições presidenciais de 2022.

Aliado político do presidente no cenário nacional, o deputado federal, João Bacelar (Podemos-BA), defendeu a proposta, durante entrevista ao programa Sociedade Urgente, da Rádio Sociedade, na manhã desta quarta-feira (21).

“Acho que quem não deve, não teme. Se existe a legalidade eleitoral, por que não o voto impresso? Não existe manipulação, não existe fraude eleitoral […]. Se eu não tenho nada a questionar sobre o meu voto, e tenho meu comprovante, não vejo problema nenhum. Não sei porque toda essa celeuma. Eu sou favorável ao voto impresso”.

Fundão eleitoral

Avaliando a situação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, mais conhecido como fundão eleitoral, aprovado pelo Congresso Nacional, na última quinta-feira (15), em R$ 5,7 bilhões, Bacelar, afirma que votou a favor da medida, que deve ser vetado pelo presidente da República, segundo o mesmo.

“Eu João Bacelar, votei na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Não votei no fundão especificamente, que foi discutida entre os lideres partidários do governo. Votamos em uma sessão simbólica, na Câmara Federal. Se foi pegadinha ou não, eu não sei. O presidente pode vetar o fundão e aprovador a LDO ”, revela. Conforme o gestor, que é membro da comissão de orçamento, uma averiguação será feita para encontrar o autor na manobra responsável pelo pacotão.

Foto: Fábio Pozzebom / Agência Brasil

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143