Digite sua busca

 

 

Bahia Notícias Notícias em destaque Política

João Roma tece críticas ao governo da Bahia: “Muita propaganda, mas pouca ação”

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), declarou que poderá ser o “nome do presidente” Jair Bolsonaro (PL) para concorrer ao governo do estado e aproveitou para fazer duras críticas à gestão de Rui Costa (PT).

Nesta sexta-feira (10), o político declarou que “certamente [Bolsonaro] precisará de um palanque que o defenda no estado da Bahia”. “Nós estamos trabalhando, unindo lideranças políticas, estruturas partidárias, para que possamos, sim, defender o legado do presidente”, disse.

Além disso, Roma citou o governo de Rui Costa que, para ele, “tira nota zero na educação e na saúde”. Segundo o ministro, nos últimos anos a Bahia “está vendo um governo que não olha para os mais necessitados e não tem conseguido resolver a melhoria de qualidade de vida”.

“Tem muita propaganda mas pouca ação. Anuncia uma vacina com a Sputnik que sequer tem registro na Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] pois a vacina que chegou ao povo baiano foi a vacina que o presidente Jair Bolsonaro mandou, a vacina do governo federal”, declarou.

João Roma também chegou a dizer que o governo baiano é “ingrato”. “São muitas ações e sequer o governo da Bahia tem a gratidão de reconhecer o quanto o Governo Federal tem feito pelo estado da Bahia”, criticou.

Auxílio Brasil

Questionado sobre o Auxílio Brasil, novo benefício Governo Federal, João Roma declarou que o valor mínimo de R$ 400 se estende até o próximo dia 23 de dezembro e que todos os beneficiários do antigo Bolsa Família já estão contemplados com o Auxílio Brasil.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Tags:

Leia também