Digite sua busca

 

 

Bahia Brasil Cidades Educação Notícias

Junção dos anos letivos de 2020 e 2021 e validade do ensino remoto é aprovado pelo Conselho Nacional de Educação

Após seis meses de suspensão das aulas presenciais em virtude da pandemia do novo coronavírus, o Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou na última terça-feira (6) a validade do ensino remoto até dezembro de 2021 e a junção dos anos letivos de 2020 e 2021.

A medida é válida para todas as redes de ensino do país públicas, privadas e comunitárias, da educação básica até o ensino superior. Entretanto, a adoção da proposta não é obrigatória.

De acordo o CNE, conselho deliberativo responsável por assessorar o MEC nas políticas educacionais federais, o documento ainda será homologado pelo Ministério.

O texto proposto pelo Conselho Nacional de Educação prevê também, ano letivo suplementar para os estudantes do 3º ano do ensino médio, flexibilização, aprovação escolar ao permitir a “redefinição de critérios de avaliação”, “atenção especial” à aprovação de estudantes dos finais do ensino fundamental (5º ao 9º ano), reordenamento curricular do que restar de 2020 e do ano letivo seguinte, além de recomendar que as escolas não deem faltas aos alunos nesse período todo de pandemia, nem reprovem os alunos em 2020.

Segundo o ministro da Educação, Milton Ribeiro, os casos dos alunos que não possuem acesso à internet, computadores ou celulares para acompanhar as aulas remotas serão resolvidos pelos estados e municípios.

Foto: Divulgação|Estadão Conteúdo

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X