Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque Salvador SAÚDE

Leo Prates divulga nova estratégia de imunização para idosos

O secretário municipal de saúde, Leo Prates, divulgou durante entrevista à TV Itapoan, na manhã desta quarta-feira (7), que a vacinação contra Covid-19 destinada aos idosos contará com três novas estratégias. O objetivo é evitar as aglomerações nos postos de atendimento e garantir a eficiência da imunização.

Entre as medidas que serão adotadas durante a campanha de vacinação dos idosos, Leo antecipou que ela será dividida em quatro fases. As outras ações devem ser anunciadas pelo prefeito Bruno Reis até sexta-feira (9).

“A primeira dela [estratégia] será o fracionamento do ano de aniversário destas pessoas. Por exemplo: de 62 anos que nós estamos, em quatro fases, ou seja, a gente vai vacinar de três em três meses do ano que a pessoa faz aniversário. Isso vai reduzir, vai restringir mais o volume do público que será vacinado”, destacou o secretário.

Na ocasião, Prates fez um pedido de desculpas à população por conta das grandes filas de espera nos pontos de vacinação registradas durante a manhã de ontem (6) e o encerramento antecipado da aplicação das doses da vacina ocasionado pelo fim dos imunizantes.

“Pelo dia de ontem, eu considero o pior dia de vacinação (…) nós tivemos três motivos que levaram ao que aconteceu. Apesar das doses terem acabado no tempo previsto, acabou por volta de 12h. O que aconteceu na nossa avaliação. Muita gente por conta do feriado não se vacinou no sábado, no domingo e na segunda-feira, acabou causando um grande acúmulo no dia de ontem”, acrescentou.

De acordo com Leo, o plano de imunização contra Covid-19 em Salvador avançou mais do que a maioria das cidades da Bahia, fato que terminou atraindo para capital pessoas que não são moradores do município e, consequentemente, o aumento da demanda nos postos.

Por fim, o gestor declarou que o repasse com pequenos lotes do imunizante, a incerteza da chegada e quantitativo das novas remessas enviadas pelo Governo Federal, tem dificultado o planejamento da prefeitura.

“As doses estão chegando a conta gota. Há uma sinalização do Ministério para Sesab que as doses chegam quinta-feira (8), mas a gente não sabe o quantitativo até hoje. É muito difícil você estabelecer um planejamento mais efetivo, quando você não sabe o que você está planejando”, finalizou

Foto: Dinaldo Silva