Digite sua busca

 

 

Bahia Cidades Notícias Notícias em destaque Salvador

Líder da oposição pede que MP-BA investigue reajuste de tarifas do Ferry Boat

O deputado Sandro Régis (DEM), que é o líder da oposição na Assembleia Legislativa, protocolou pedido de investigação ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) sobre o reajuste das tarifas do sistema Ferry Boat.

Publicado no Diário Oficial no último sábado (6), o reajuste de 10,72%, que foi autorizado pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), entrou em vigor nesta segunda-feira (8).

“O que justifica o aumento de 10,72% na tarifa do ferry-boat? Se já não bastasse o ICMS sobre os combustíveis ter uma das maiores alíquotas do país, o que alavanca a inflação em nosso estado, agora o governo do PT quer empurrar goela abaixo da população um aumento absurdo para um serviço péssimo, que só piora”, reclamou.

Ainda de acordo com o deputado, o sistema, administrado pela Internacional Travessias, não recebeu investimentos na melhoria do serviço ofertado e que muitas das embarcações seriam “verdadeiras sucatas”. “Todo mundo constata isso a olho nu, basta ir ao terminal de Bom Despacho, uma verdadeira pocilga, e pegar uma das embarcações”, concluiu.

Com o aumento, a tarifa para o passageiro passou de R$5,10 para R$5,60, no período de segunda a sexta, e de R$6,70 para R$7,40, aos finais de semana e feriados. Quanto aos veículos de pequeno porte, o valor, que custava R$45,70, passa a custar R$50,60, de segunda a sexta, e aumenta de R$64,70 para R$71,70, aos finais de semana e feriados. Veículos grandes, que anteriormente pagavam R$ 58,40, passarão a pagar R$64,70, nos dias de semana, e R$91,40, aos sábados, domingos e feriados ao invés dos R$82,50 da taxa anterior.

Foto: Divulgação / MP-BA

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143