Digite sua busca

 

 

Política

Líder do governo diz que ainda é cedo para avaliar como Senado receberá indicação de coronel para Anvisa

O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra (MDB), avalia que ainda é cedo para dimensionar a receptividade ao novo nome do tenente-coronel Jorge Kormann para a direção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), segundo a Coluna do Estadão, do jornal O Estado de São Paulo, de hoje (14).

O presidente Jair Bolsonaro indicou o nome do coronel da reserva na última quinta-feira (12), que substituirá a farmacêutica Alessandra Soares na agência. Mas, antes, Kormann precisa ter seu nome referendado pela Comissão de Assuntos Sociais e pelo plenário do Senado.

Em outra ocasião, Kormann endossou críticas à Coronavac, vacina produzida por farmacêutica chinesa contra a Covid-19. Bezerra lembra que Bolsonaro já recuou de indicações anteriores e que uma eventual substituição pode acontecer.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X