Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Pandemia SAÚDE

Matéria-prima da Coronavac deve chegar ao Brasil a partir da segunda quinzena de novembro

A matéria-prima importada pelo Instituto Butantan para a produção da Coronavac virá da China para São Paulo em seis aviões fretados e outros dois de carreira. Ainda não há uma previsão de chegada porque o processo depende de uma liberação chinesa. Após a emissão da autorização na China, o prazo estimado de chegada é de 17 dias. A importação do produto foi recentemente aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Para o transporte da matéria-prima serão usadas bolsas de 200 litros, colocadas em containers, em baixa temperatura: entre 2º e 8ºC. Após o desembarque, serão levadas em caminhões até o Instituto Butantan, onde a vacina brasileira contra o novo coronavírus será produzida. A Anvisa autorizou o Instituto Butantan a importar, em caráter excepcional, a matéria-prima para a produção de 40 milhões de doses da Coronavac, vacina desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o instituto brasileiro. 

Foto: Divulgação / Sinovac Biotech

Tags:

Leia também

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X