Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque

MEC sobe cortes e não vai financiar nenhum novo pesquisador em 2019

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), fundação responsável pela maior parte das bolsas de mestrado e doutorado no Brasil, anunciou hoje (2) o corte de mais 5.613 bolsas de mestrado e doutorado. Com a medida, nenhum outro novo pesquisador vai ser financiado neste ano.

De acordo com o governo, não haverá interrupção de pagamento para bolsistas com pesquisas em andamento. Os benefícios cortados são bolsas de pesquisadores que já finalizaram seus estudos, mas que não serão repassados para outros alunos.

Com o novo corte representa, R$ 37,8 milhões no ano deixarão de ser investidos. A Capes teve R$ 819 milhões de seu orçamento contingenciado neste ano, ou 19% do valor autorizado.

No primeiro orçamento feito pela atual gestão, para 2020, a Capes perdeu metade da verba, que de R$ 4,25 bilhões neste ano passou para R$ 2,20 bilhões em 2020.

O presidente da Capes, Anderson Ribeiro Correia, disse que o governo trabalha para tentar recompor o orçamento.

 

 

 

Foto: Agência Brasil

    
 WhatsApp
 Baixe o aplicativo Sociedade Play
X