Digite sua busca

 

 

Brasil Futebol Mundo Mundo Notícias Notícias em destaque Pandemia

Membro da delegação argentina testa positivo para Covid-19

Após toda a polêmica ocorrida durante a partida entre Brasil e Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, que acarretou no cancelamento do jogo, um membro da delegação argentina de futebol testou positivo para a Covid-19.

Se trata do chefe de cozinha da delegação, que já entrou em isolamento na Argentina após fazer o exame, no último dia 7. Além dele, outro membro da delegação que teve contato próximo ao chefe está em isolamento. Já os jogadores testaram negativo.

No domingo (5), a delegação argentina precisou retornar do Brasil por conta de uma “invasão” dos agentes da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que entraram em campo, logo no início da partida, exigindo que os atletas Emiliano Martínez e Emiliano Buendia, ambos do Aston Villa, e Giovani Lo Celso e Cristian Romero, do Tottenham, ficassem em isolamento.

Isso porque a Anvisa descobriu que os quatro descumpriram a regra de entrada de viajantes no Brasil, que é passar por uma quarentena antes de entrar no país. Para a entrada deles, foram dados documentos falsos.

Foram dados depoimentos falsos para a entrada deles no país, já que na declaração, segundo a Anvisa, foi informado que eles não tinham passado por nenhum dos 4 países com restrições nos últimos 14 dias.

Eles, no entanto, estavam no Reino Unido, um dos países incluídos na lista, pelo menos até uma semana antes da entrada no Brasil. Os outros países com restrições para entrada sem quarentena no Brasil são África do Sul, Irlanda do Norte e Índia.

Sem aceitar excluir os quatro colegas da partida, os argentinos decidiram deixar o campo.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143