Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Pandemia SAÚDE

Ministério da Saúde mantém intervalo de 12 semanas entre 1ª e 2ª dose da Pfizer

O Ministério da Saúde vai manter o intervalo de 12 semanas entre a aplicação da primeira e da segunda dose da vacina Pfizer. A decisão foi tomada na terça-feira (29) e divulgada inicialmente em nota técnica da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) da pasta.

Recomendações recentes da Organização Mundial da Saúde (OMS) garantem a eficácia da estratégia já adotada pelo Brasil, dando um intervalo de 12 semanas ao invés do esquema padrão de 21 dias.

Além de maior efetividade na vacinação, o esquema de 12 semanas contribui para que o Brasil atinja uma cobertura vacinal bem maior com a primeira dose. De acordo com os dados analisados na nota técnica, a ampliação da oferta da primeira dose da vacina pode trazer ganhos significativos para a saúde pública. A medida pode reduzir tanto a ocorrência de casos e óbitos pela Covid-19 nos indivíduos vacinados, quanto a transmissibilidade da doença na população.

“Os dados epidemiológicos e de efetividade da vacina serão monitorados, sendo que a presente recomendação, a luz de novas evidências, poderá ser revista caso necessário”, diz a nota técnica.

Foto: Myke Sena/MS

Tags:

Leia também


Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143