Digite sua busca

 

 

Notícias Notícias em destaque Política

Moema diz que Ciro Gomes não é mais de esquerda e que ele ajudou a eleger Bolsonaro

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho (PT), em entrevista ao Sociedade Online nesta terça-feira (1º), falou sobre o cenário que se desenha na Bahia para a corrida eleitoral ao governo do Estado neste ano.

Um dos assuntos abordados pela petista foi a posição do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que deixou a base aliada do governador Rui Costa (PT), para apoiar ACM Neto (DEM), principal opositor do atual governo. Moema considera que o articulador desta debandada foi o ex-ministro e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, que segundo ela, não pertence mais ao espectro esquerdista da política.

“Há muito tempo que a gente não acha que Ciro [Gomes] seja efetivamente centro esquerda. Até porque no período eleitoral passado, quando perdeu no primeiro turno, saiu de férias para fora [do Brasil], e voltou batendo no PT, e não em Bolsonaro. Então ele é um dos responsáveis, também, pela eleição de Bolsonaro”, disparou a petista.

Completou:

“Então se ele [Ciro] fez tudo para o PT não ganhar, para derrotar [o candidato] Haddad , ele contribuiu para eleger a direita, e ela voltar no país. Por isso eu não considero que o PDT, hoje, salvo raríssimas exceções, possa ser considerado centro esquerda. Eu continuo mantendo o centro direita”.

Ainda em relação à política local, Moema falou sobre a última pesquisa que mostra o pré-candidato ACM Neto liderando as intenções de votos para o governo da Bahia. O democrata aparece com 54,72% das intenções de voto, quase 30% de vantagem em relação ao pré-candidato do PT, Jaques Wagner, que pontua 24,57%.

“É muito complicado a gente fazer uma análise por pesquisa, porque Jaques Wagner [então candidato do PT ao governo da Bahia], em 2006, perdia no primeiro turno pelas pesquisas. Quem ganhava era Paulo Souto [candidato do DEM], que estava no governo e que a pesquisa dava ele como vencedor [sic]. Quem ganhou no primeiro turno? Jaques Wagner”, respondeu Moema soltando um longo sorriso.

Foto: Reprodução