Digite sua busca

 

 

Brasil Notícias Notícias em destaque Polícia

MP-RJ denuncia dois policiais por morte em operação ocorrida no Jacarezinho

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou, na noite de quinta-feira (14), dois policiais civis por uma das 28 mortes ocorridas na operação do Jacarezinho, que aconteceu no dia 6 de maio. A ação é considerada a mais letal da história do estado.

Os dois agentes responderão pela morte de Omar Pereira da Silva. Um dos denunciados responderá pelos crimes de homicídio doloso e fraude processual, já o outro agente apenas por fraude processual.

As fraudes que teriam sido cometidas foram:

  • remoção de cadáver antes da perícia
  • apresentação falsa de uma pistola glock .40 e um carregador
  • inserção de uma granada que, segundo os policiais, estaria em posse de Omar

Na comunicação da ocorrência, os policiais afirmaram que, antes de morrer, a vítima atirou uma granada contra eles. Um dos policiais denunciados, Douglas de Lucena Peixoto Siqueira, admite no registro de ocorrência que foi ele que atirou em Omar. O segundo policial denunciado foi identificado como Anderson Silveira.

A denúncia aponta crime de homicídio qualificado por dificultar a defesa da vítima (que já estava encurralada, desarmada e com um tiro no pé) e fraudes na Lei 13.869, de 2019, artigos 23 e 25 (abuso de autoridade).

“Com tais condutas, os denunciados (…), no exercício de suas funções públicas e abusando do poder que lhes foi conferido, alteraram o estado de lugar no curso de diligência policial e produziram prova por meio manifestamente ilícito, com o fim de eximir (…) de responsabilidade pelo homicídio ora imputado ao forjar cenário de exclusão de ilicitude”, diz um trecho da denúncia.

Foto: Reprodução/CNN

Tags:

Notice: Undefined index: bg_img_color in /home/rdsoncom/public_html/wp-content/plugins/convertplug/modules/info_bar/functions/functions.php on line 143